ACON T ECEU
|| Home | Assuntos | Contato ||

Nicolau Maquiavél - Itália 03/05/1469 Quarta-feira - 22/06/1527 Sábado

Nicolau Maquiavél Interessado nos problemas de seu tempo, Maquiavel participou ativamente da política de Florença. Com 29 anos, tornou-se secretário da segunda Chancelaria – uma espécie de ministério – da República de Florença. Realizou várias missões diplomáticas de importância, envolvendo a França, Alemanha, os Estados papais e diversas cidades italianas como Milão, Pisa e Veneza. A política esteve sempre no centro de suas preocupações, refletida numa obra muito vasta. Dedica seu feito maior:
O Príncipe, a Lourenço de Medici, antigo governante de Florença. Nele estão contidos os conhecimentos adquiridos e a experiência vivida. Disseca a formação e a conservação dos principados, o papel do governante supremo, sua capacidade de manter-se no poder por recursos políticos ou pela força.

livro maquiavel Em 1516, Maquiavel escreveu o Diário em Torno de Nossa Língua, procurando demonstrar a superioridade do dialeto florentino sobre os demais dialetos da Itália. Seguiram-se sete volumes da Arte da Guerra, em forma de diálogo, onde expõe as vantagens das milícias nacionais sobre as tropas mercenárias e realiza um exaustivo estudo de estratégia e tática militar. Apesar de suas idéias serem injustamente mal interpretadas, na linguagem popular, não fez mais do que sistematizar a experiência da formação dos grandes estados nacionais modernos e a atuação concreta dos governantes que os criaram.

Todo o seu trabalho visava a Itália, a aspiração do povo italiano em criar uma maquiavel nação moderna e poderosa e a unificação política. E o importante era realizar o desejado projeto, sob qualquer forma de governo e por quaisquer meios, inclusive a violência. Maquiavel considerava os fatores morais, religiosos e econômicos que operavam na sociedade como forças que um governante hábil poderia e deveria utilizar para construir um estado nacional forte. Legítimo seria o governo que realizasse a aspiração do povo. Assim, o príncipe deveria ser capaz de estender seu domínio sobre todas as cidades italianas, acabando de vez com a discórdia.




<< anterior próxima >>